Buscar
  • Sílvio Ribas

A gestação dos Beatles na Alemanha

Atualizado: 3 de Jul de 2020


Die Beatles für immer! Há um aspecto muito relevante da trajetória dos quatro mais influentes nomes da música mundial em todos os tempos ainda pouco explorado: a Alemanha. A exemplo dos estágios de estudantes no exterior, a rica experiência de Paul McCartney, John Lennon e George Harrison em Hamburgo abriu a eles horizontes pessoais e profissionais. Na cidade, lançaram o primeiro álbum, com participação de Tony Sheridan.


A primeira temporada na cidade portuária do nordeste alemão dos então cinco integrantes dos Beatles, iniciada em 17 de agosto de 1960, os fez experimentar culturas e sensações que moldaram a lenda. Além disso, as performances de oito horas da recém-nascida banda britânica em clubes noturnos – Indra, Top Ten e Kaiserkeller – por até oito dias seguidos impôs aos garotos treino intensivo, refinando habilidades com instrumentos.


A convivência em solo estrangeiro também ajudou a fortalecer o grupo vestido de jaquetas de couro. Os amigos locais contribuíram, por seu turno, com elementos-chave para a construção do universo beatle. A fotógrafa Astrid Kirchherr inventou o corte de cabelo característico beatle, ao sugerir que deixassem franja sobre a testa em vez do topete típico da época. E o artista gráfico e músico Klaus Voormann concebeu a capa do disco Revolver.


Sem essa gestação germânica, de 1960 a 1962, em cinco temporadas de até quatro meses cada, eles não teriam amadurecido o suficiente para o salto seguinte. Não é por acaso que Lennon afirmou certa vez ter se tornado adulto em Hamburgo e não na cidade natal, Liverpool. Foi no distrito de Saint Pauli, boulevard boêmio, reduto de prostitutas, strippers, traficantes, marinheiros e artistas, que os beatles viraram The Beatles.



A vaga na bateria ocupada provisoriamente por Pete Best já estava reservada para Ringo Starr, que fora parceiro de colônia de Liverpool em Hamburgo. E o quinto elemento, o baixista Stuart (Stu) Stucliffe, acabou por deixar totalmente o barco lá mesmo, em 1961, rendido à bela Astrid. Ele decidiu se dedicar à pintura e morreu um ano depois.


Em 1966, em pleno auge da beatlemania no mundo, os Beatles voltaram à Alemanha para uma breve turnê organizada pela revista Bravo. Foram duas apresentações em Munique, uma em Essen e a última em Hamburgo, entre velhos amigos, numa retumbante festa de confraternização. Uma das atrações turísticas da cidade hoje é a Beatles-Platz Memorial, com silhuetas metálicas dos cinco músicos, próxima dos locais onde eles se apresentaram com idades entre 17 e 20 anos.


Uma homenagem dos quatro rapazes de Liverpool àquele período e aos seus bons amigos da então República Federal Alemã está na gravação no idioma de Goethe de um disco single com dois grandes hits da carreira: I Wanna Hold Your Hand (Komm, Gib Mir Deine Hand) e She Loves You (Sie Liebt Dich). As duas versões foram reunidas em 1966 no disco de coletâneas Past Masters – Volume 1, o da capa preta. Vale ouvir.

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo